Cenário

>

Dificuldade

A dificuldade inclui os aspectos relativos à avaliação do conteúdo técnico da rotina, ou seja, do valor dos elementos que a compõem. Cada elemento é calculado com base na quantidade de saltos e piruetas que apresenta. Antes de executar a rotina, o ginasta deve entregar ao júri o cartão de competição, especificando a sequência e a dificuldade de cada salto da série. O júri de dificuldade avalia os elementos presentes na série com base nas diretrizes do Código de Pontuação e compara as informações do cartão com a execução do ginasta. O ginasta só recebe nota de dificuldade para os elementos que efetivamente realizar. 
Na série obrigatória da etapa qualificatória, apenas dois elementos são avaliados quanto à dificuldade; nas séries livres, todos os elementos são avaliados. Divergências entre a equipe técnica e o júri na avaliação da dificuldade são os únicos casos em que há possibilidade de apelação.
XINHUA - SYOGOC - POOL - LI WEN - FLICKR