Cenário

>

Posição

Todos os saltos apresentados pelo ginasta devem ser realizados em uma das três posições previstas pelo Código de Pontuação. As posições dos saltos dependem do ângulo formado entre o tronco e as pernas do atleta e da forma como ele flexiona ou estende os membros inferiores. A posição estendida é quando o tronco e as coxas mantêm um ângulo de 180° e as pernas são mantidas alinhadas ao restante do corpo; essa é a posição que recebe a maior dificuldade. Na posição carpada, as pernas devem estar esticadas e a articulação do quadril, flexionada, com o tronco inclinado sobre as coxas. A posição grupada é realizada com a aproximação das pernas flexionadas junto ao tronco; essa é a posição que permite maior velocidade para a realização das piruetas durante o salto. Em alguns saltos de grande dificuldade, é possível que o ginasta utilize a posição semigrupada.
RICARDO BUFOLIN - CBG FB