Cenário

>

Série

A série da ginástica de trampolim é uma sequência de 10 elementos, que devem ser apresentados pelo ginasta de forma ininterrupta sobre o trampolim. A estrutura da série, ou seja, a ordem dos elementos que a integram, é chamada de composição. Os saltos apresentados não podem ser repetidos durante a série, mas elementos com a mesma rotação realizados em diferentes posições (estendida, carpada ou grupada) são considerados diferentes elementos.
Dois tipos de série podem ser executadas nas diferentes etapas da competição: série obrigatória (utilizada apenas na etapa classificatória, com elementos pré-estabelecidos) e série livre (utilizada tanto na classificatória quanto na final). 
A série recebe uma pontuação com base em três itens: dificuldade, execução e tempo de voo. Antes de executar a rotina, o ginasta deve entregar ao júri o cartão de competição especificando a sequência dos elementos que serão apresentados na série e a dificuldade de cada um dos saltos.
RICARDO BUFOLIN - CBG FB