Handebol

Handebol é um esporte de quadra caracterizado pela velocidade, força e agilidade dos atletas. É disputado por duas equipes de sete integrantes – um no gol e seis na linha – que, utilizando uma bola e trocando passes com as mãos, têm como objetivo marcar o maior número de gols possíveis na baliza adversária. O esporte é disputado nas modalidades masculina e feminina. A partida divide-se em dois tempos de 30min, com intervalo de 10 a 15min entre eles. O jogo sempre inicia com um tiro de saída e só pode ser interrompido pelos árbitros ou cronometristas, ou por um pedido de tempo técnico. Transcorrido o tempo regulamentar, o jogo é finalizado por um sinal automático do placar eletrônico. Sai vencedor o time que marcar o maior número de gols nos sessenta minutos de jogo. Cabem aos árbitros, ao cronometrista, aos secretários e aos delegados a cobrança e aplicação das regras do esporte e da competição. 
O handebol teve sua primeira participação em Olimpíadas em 1936, em Berlim, Alemanha, e estreou no Mundial da modalidade em 1938, também na Alemanha. 

Arremesso Ataque Defesa Divisão Temporal Engajamento Equipe técnica Drible Falta Finta Gol Jogadores Partida Passe Quadra Tiro de meta Tiro de saída Tiro de 7 metros Tiro lateral Tiro livre

Você Sabia?

O handebol surgiu de uma adaptação (feita por Karl Schelenz) do Torball, jogo praticado por mulheres operárias durante a primeira guerra mundial.

O pivô, no handebol, é conhecido também como o coringa do ataque, por ficar dentro da defesa adversária, bloqueando e arremessando próximo à linha de seis metros. 

O termo quebra costela é usado para referir-se à finta de arremesso que o jogador faz quicando a bola ao lado da costela do adversário durante a execução da finta. 
Palavras
Responsável(is): Lurdes Sônia Führ Gava e Taís Müller Flores
Colaborador(es): Priscila Nedel - Árbitra da FGHb (Federação Gaúcha de Handebol)