Nado Sincronizado

O nado sincronizado, ou natação sincronizada, é um esporte disputado apenas por mulheres em que duetos ou equipes de 8 atletas apresentam uma série coreográfica com acompanhamento musical. As rotinas acontecem em uma piscina e são compostas por figuras realizadas através do uso de elementos de dança, natação e ginástica.
Na competição, as atletas devem apresentar uma rotina técnica (com elementos obrigatórios) e uma rotina livre na etapa preliminar. Nas finais, elas apresentam uma rotina livre. As séries são avaliadas por 3 painéis com 5 juízes cada. Nas rotinas livres, um painel avalia a execução, um a impressão artística e outro a dificuldade; nas rotinas técnicas, separam-se painéis para a execução, a impressão e os elementos. Ganha quem obtiver a maior pontuação.
O nado sincronizado está presente nos Jogos Olímpicos desde Los Angeles 1984.

Ação em Cadeia Deduções e Penalidades Dificuldade Dupla Equipe Estrutura da Competição Execução Figuras Impressão Artística Lançamento Movimento de Borda Movimento Sincronizado Movimentos Painel de Juízes Piscina Pontuação Rotina

Você Sabia?

Muitos dos movimentos, das figuras e das posições realizados pelas nadadoras nas rotinas de nado sincronizado têm nomes relacionados à água e a animais cujo habitat é a água. Exemplo disso são as palavras arraia, camarão, posição de tina e rabo de peixe.

O nado sincronizado é também chamado de natação sincronizada, mas o primeiro nome que a modalidade recebeu foi balé aquático. Em suas origens, o esporte era praticado apenas por homens. 
Responsável(is): Ana Flávia Souto de Oliveira